sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Município de Macedo tem medidas para minimizar as consequências da greve dos trabalhadores do lixo

A Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros vai providenciar uma recolha de lixo extraordinária. Devido à greve dos trabalhadores responsáveis pela recolha do lixo nos municípios Terra Quente Transmontana e de forma a que a cidade e as freguesias não fiquem carregadas de lixo, Pedro Mascarenhas, vice-Presidente do Município explica de que forma estão a agir.
“Com os trabalhadores da Câmara vamos fazer a recolha do lixo na cidade durante estes próximos três dias porque já nas freguesias a recolha também só era feita uma vez por semana portanto não haverá ainda a necessidade de irmos já às freguesias. O que estamos a fazer é a enviar para as freguesias sacos e a pedir aos Presidentes de Junta que vão recolhendo o lixo, que ponham nos sacos bem acondicionados e que os vão guardando. Para a semana, no dia 26 os nossos camiões vão passar nas freguesias e vão recolher o lixo. Aqui na cidade vai haver duas passagens por dia com o nosso pessoal da limpeza e as nossas carrinhas.”

Pede-se à população que colabore, não deixando qualquer tipo de lixo na rua e que este apenas seja despejado em horários específicos.

“Neste momento os contentores estão cheios, a Câmara não tem forma de levantar aqueles caixotes que estão enterrados, porque isso é um mecanismo que está associado aos camiões de recolha de lixo. Não conseguimos tirar o lixo que já está lá dentro mas todo aquele lixo que vai ser colocado cá fora, vai ser recolhido duas vezes por dia. Pedimos para colocarem entre as 8h00 e as 10h00 da manhã e entre as 16h00 e as 18h00 de forma a que coincida com a passagem da recolha. Pedimos também especial cuidado para porem o lixo em sacos de plástico com alguma resistência e que estejam bem fechados para que os cães não vão imediatamente rasgar os sacos e que coloquem apenas lixo orgânico (o lixo doméstico).

Uma ação que se inicia hoje e que decorre até ao dia 31 de dezembro, altura em que o plenário de trabalhadores pretende acabar a greve.

Escrito por ONDA LIVRE

Sem comentários: